GINECOLOGIA

A ginecologia é a especialidade responsável por cuidar da saúde da mulher. Desde o início da puberdade, mesmo tratando-se de pacientes que ainda não mantenham relações sexuais, é extremamente importante que se mantenha um acoanhamento contínuo com algum médico ginecologista, para que possa ser identificado, desde cedo, qualquer tipo de distúrbio hormonal ou até mesmo má formação dos órgãos reprodutores das pacientes. Além disso, o médico ginecologista poderá orientar a paciente para sua primeira menstruação e até mesmo aconselhar quais os melhores anticoncepcionais para ela.

Recomenda-se, após a juventude, que as pacientes mesmo sem ter uma vida sexual ativa procurem estes profissionais pelo menos uma vez ao ano, afinal, a maioria das doenças, quando diagnosticadas em fase inicial, possuem grandes chances de serem tratadas com maior eficiência.

CONHEÇA NOSSA CLÍNICA:

Qual a importância de realizar exames periódicos?

Já sabemos que realizar visitas aos médicos apenas em casos de dores ou problemas de saúde graves não é a melhor escolha. Por isso, a importância do check-up médico também está presente na ginecologia.

O motivo principal pelo qual se orienta que mulheres sexualmente ativas procure um ginecologista uma vez ao ano é para a realização de exames periódicos. Estes exames, são realizados a fim de analisar a saúde da mulher e ajudar a mantê-la sempre em dia.

Os exames são realizados de acordo com alguns fatores como a idade ou a vida sexual de cada paciente. Confira abaixo alguns desses exames.

APÓS O INÍCIO DA VIDA SEXUAL

  • Papanicolau: é o exame que previne o câncer no colo de útero.
  • Colposcopia: é a técnica que consiste no exame do colo de útero.
  • Ultrassonografia transvaginal:  é o exame que auxilia na identificação de cistos, infecções ou até mesmo câncer.

A PARTIR DOS 30 ANOS

Além dos exames citados anteriormente, devem ser realizados:

  • Ultrassonografia das mamas: é o exame que analisa o tecido mamário e colhe informações sobre nódulos de maneira mais precisa do que a mamografia.
  • Ultrassonografia da tireóide: é um exame de imagem utilizado para observar a tireóide.
  • Exames para avaliar a função da tireóide (TSH, T3 e T4 Livre).

A PARTIR DOS 40 ANOS

Além dos exames citados anteriormente, devem ser realizados:

  • Mamografia: é um raio-X da mama que visa detectar a presença de módulos e qualquer alteração que não possa ser percebida no exame de toque.

A PARTIR DOS 50 ANOS

É válido lembrar que, com a chegada do período da menopausa, indica-se examinar a densidade óssea para a prevenção e tratamento da osteoporose.

  • Densitometria óssea: é o exame que avalia e diagnostica casos de osteoporose ou doenças que atingem os ossos.
  • Metabolismo do cálcio.

Lembre-se que estas são apenas algumas informações sobre a ginecologia e os exames indicados para cada faixa etária. É extremamente importante que você procure um profissional da área para receber todas as orientações que se adequam ao seu perfil.