QUANDO DEVO PROCURAR UM PSICÓLOGO?

É importante lembrar que a psicologia é a especialidade responsável por estudar os fenômenos psíquicos e comportamentais dos seres humanos através da análise de suas emoções, seus ideais e seus valores.

O psicólogo diagnostica, previne e trata doenças mentais, distúrbios emocionais e de personalidade. Além disso, ele observa e analisa as atitudes e sentimentos dos pacientes e procura ajudá-los na identificação das causas dos problemas e com isso rever comportamentos inadequados.

Recomenda-se que um psicólogo seja procurado quando a pessoa:

  • se sentir deprimida, angustiada, estressada ou ansiosa;
  • não conseguir lidar com as próprias emoções;
  • buscar autoconhecimento e desenvolvimento pessoal;
  • sentir que precisa de ajuda, mesmo que sem algum motivo aparente;
  • tiver transtornos alimentares, obsessões, manias, compulsões ou fobias;
  • estiver passando por perdas, lutos ou separações;
  • estiver em alguma fase de sofrimento;
  • estiver em conflitos no relacionamento.

COMO FUNCIONA O TRABALHO DE UM PSICÓLOGO?

  • De maneira geral, são agendados encontros semanais de, aproximadamente, 50 minutos com os pacientes. É válido lembrar que o tempo de duração de cada sessão pode ser alterado dependendo da abordagem com cada paciente;
  • Utilização de conversas prezando sempre pelo acolhimento, respeito e intimidade emocional com os pacientes;
  • O objetivo não é a redução dos sintomas, mas sim o entendimento dos motivos que levaram os pacientes ao adoecimento mental;
  • Busca a melhora na qualidade de vida dos pacientes, no autoconhecimento e nas relações interpessoais;
  • Trabalha o fortalecimento das defesas naturais dos pacientes de modo a prepará-lo para lidar com as adversidades naturais do dia a dia;
  • O tratamento possui um período de duração maior por não trabalhar com a redução imediata dos sintomas, mas sim o entendimento das causas e a melhora na qualidade de vida dos pacientes.
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *