DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS PELO SANGUE essa_Prancheta 1

DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS PELO SANGUE

O sangue é um importante veículo para inúmeros organismos que, se não forem eliminados pelo sistema imunológico, podem provocar doenças graves nos seres humanos. Muitas dessas doenças são conhecidas por nós e, dentre elas, as mais comuns são:

Hepatite B e C: Essas são doenças causadas por vírus. Eles contaminam o fígado e podem provocar inflamações crônicas ou agudas. Seus sintomas mais frequentes são: dores abdominais, olhos e pele amarelados, febre e urina escura. O período em que este vírus fica incubado varia entre os tipos da doença. No caso da Hepatite B, entre 50 e 180 dias, já para a Hepatite C, entre 70 e 90 dias. Em muitos casos o portador do vírus pode acabar não desenvolvendo a doença, mas ainda assim pode transmiti-lo.

AIDS: É desenvolvida a partir do contágio pelo vírus HIV que ataca as células de defesa do organismo. Após infectadas, as pessoas ficam mais vulneráveis a várias doenças infecciosas que, em muitos casos, podem levá-las à morte. Ela não se manifesta logo após a contaminação e os sintomas (emagrecimento excessivo, queda de cabelo, diarreias frequentes e infecções de repetição, principalmente as respiratórias) podem levar de 3 a 10 anos para aparecer.

Sífilis: Essa é uma doença infecciosa causada por uma bactéria, a Treponema Paladium. A doença se manifesta em 3 etapas diferentes e seu período de incubação é de 2 a 3 semanas após o contágio.

Inicialmente, surgem feridas nos órgãos genitais, tanto nos homens quanto nas mulheres. Essas feridas não doem e, mesmo sem tratamento, desaparecem. Caso não seja devidamente diagnosticada e tratada, mais ou menos 6 meses depois, inicia-se a segunda etapa da doença. Esta etapa é caracterizada pelo aparecimento de manchas avermelhadas pelo corpo, principalmente na palma das mãos e na planta dos pés.

Se, ainda, continuar sem tratamento, surge a terceira etapa, causando problemas no cérebro, coração e ossos. Quando atinge esta terceira etapa, a sífilis pode causar a morte.

Malária: Ela é causada principalmente por parasitas e transmitida pela picada do mosquito Anopheles, que costuma estar presente em áreas recém desmatadas. O período de incubação da malária pode variar de 8 a 16 dias e seus principais sintomas são: febre, calafrios e dor de cabeça que, normalmente, acontecem juntos, no mesmo horário e em dias seguidos.

Doença de Chagas: Esta também é uma doença causada por parasita e é transmitida pelo inseto conhecido como Barbeiro ou Chupança. Este inseto é encontrado na mata, em casas de barro e de madeira. A doença de Chagas atinge o coração e órgãos do aparelho digestivo, comprometendo o seu funcionamento. Na maioria das vezes, a pessoa portadora do parasita pode não apresentar nenhum sintoma da doença por vários anos.

HTLV I e II: Estas são causadas por vírus e atacam as células de defesa do organismo. Mesmo após infectados pelo HTLV, a pessoa pode permanecer por um período de até 20 anos sem sentir nenhum sintoma, entretanto, algumas doenças hematológicas (do sangue) e neurológicas (que atingem o sistema nervoso) podem se manifestar pela presença do HTLV I e II no organismo.

 

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS FORMAS DE CONTÁGIO POR DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS PELO SANGUE?

Várias podem ser as formas de contágio por doenças transmitidas pelo sangue, dentre elas a relação sexual sem uso de preservativo (camisinha), o uso de drogas injetáveis, compartilhando agulhas e seringas, transfusões de sangue não testados, de mãe para filho durante a gravidez, no parto ou através do aleitamento materno nos casos de AIDS, HTLV, Hepatites e Sífilis.

 

QUAIS CUIDADOS DEVEM SER TOMADOS PARA EVITARMOS DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS PELO SANGUE?

É fácil ficar protegido contra doenças transmitidas pelo sangue. Basta tomarmos alguns cuidados como usar sempre camisinha durante as relações sexuais, utilizar somente agulhas e seringas estéreis e descartáveis, receber transfusão de sangue somente se comprovadamente testado.

Outra maneira de estar sempre protegido é procurar regularmente um médico. Isso poderá evitar uma série de doenças, afinal, ao mínimo sinal ou sintoma, ele poderá indicar exames apropriados para certificar-se do que esteja acontecendo e assim, descartar suspeitas ou diagnosticar a condição para prescrever o melhor tratamento.

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *