Problemas na visão causam aumento nos acidentes de trânsito

Segundo dados da ONU de janeiro de 2018, O Brasil está em quarto na lista de países com mortes no trânsito. Muitas dessas mortes poderiam ter sido evitadas se as pessoas cuidassem mais de sua visão. Isso é consequência da falta de prevenção da maioria dos brasileiros, os quais só fazem o check-up ocular no momento de renovação da CNH, que acontece a cada 5 anos para motoristas com até 65 anos, e a cada 3 anos para quem já passou dos 65 anos. Nesses períodos entre um check-up e outro, podem ocorrer grandes mudanças na saúde da visão, principalmente a partir dos 40 anos, quando os olhos ficam mais sensíveis a qualquer dano.

Para aqueles que costumam pegar a estrada, seja a trabalho ou a lazer, separamos algumas dicas que podem evitar acidentes na estrada:

Dicas para evitar acidentes da estrada

  • Não esqueça os óculos ou lentes de contato. Conduzir o veículo sem utilizar qualquer dessas lentes corretoras é infração gravíssima, sujeito à multa e retenção do veículo.
  • Lentes amarelas no período da noite pode reduzir a sensação de ofuscamento na estrada.
  • Em viagens mais longas, é aconselhável parar pelo menos a cada duas horas de estrada para lavar o rosto, o que não só lubrifica os olhos ajuda a inibir o sono, que é normal, principalmente a noite.
  • Opte por lentes anti-reflexo e com proteção ultravioleta, para amenizar a luz do sol e proteção à catarata.
  • Se você tem mais do que 40 anos, exames periódicos são mais do que recomendáveis. É após essa idade que a visão cansa, e são mais comuns os casos de presbiopia, catarata e glaucoma.
  • Cuidado! Se o reflexo dos faróis embaça a sua visão por um tempo maior do que o normal talvez esteja na hora de consultar um oftalmologista.

Em resumo, dê atenção especial à sua visão e visite um oftalmologista rotineiramente, além de garantir sua saúde ocular, você poderá evitar futuros problemas a você e sua família.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *