Cuidados com os olhos

É comum as pessoas darem atenção para os olhos apenas quando acontece alguma enfermidade, como conjuntivite, terçol, cisco, irritações, ou problemas de visão, como miopia, astigmatismo, entre outros.

Veja alguns cuidados que devem fazer parte da sua rotina, para manter a saúde de seus olhos em bom estado.

Exame oftalmológico

Visite seu oftalmologista para fazer um exame completo, assim você poderá ter certeza que seus olhos estão saudáveis, ou tratar qualquer problema que possa ter. Sem contar que existem doenças que não apresentam sintomas, e com o exame, você poderá detectar patologias em estágio inicial.

Alimentação correta

Manter uma dieta rica em vegetais é muito importante para a sua saúde ocular. Alimentos como espinafre e couve possuem Caratenóides, como Luteína e Zeaxatina, os quais desempenham um papel muito importante para a visão, ele ajudam a diminuir a degeneração natural que ocorre com a idade.

Óculos de sol

Óculos escuros desempenham uma tarefa muito importante, defendendo os olhos dos raios ultravioletas. É essencial escolher olhos que sejam capazes de bloquear de 99  a 100% dos raios UVA e UVB.

Descanse os olhos

Ao passar muito tempo no computador ou concentrado em algum ponto fixo, os olhos tendem a ficar cansados. Uma dica para descansar os olhos é olhar para longe, pelo menos por um minuto. Isso poderá reduzir a fadiga ocular, reduzindo também as dores de cabeça.

Olhos lubrificados

Se sentir os olhos muito secos, utilize colírios lubrificantes, para evitar irritações. Consulte seu oftalmologista é descubra que tipo de colírio é o melhor para a sua situação.

Esses simples cuidados podem poupar seus olhos de sofrer com alguma patologia. Lembre-se de sempre que sentir algum sintoma, consultar seu oftalmologista.

Fonte: Mundo Simples

Alimentação infantil

Um assunto muito importante a ser tratado é a alimentação infantil. A fase de dois a seis anos, é considerada de extrema importância, uma vez que nessa época a criança começa a desenvolver sua independência e criar hábitos alimentares. É na escola que a criança vai ter o primeiro contato com refeições fora de casa, fazendo com que ela seja exposta a alimentos que não faziam parte de suas refeições, até então.

É essencial que a escola é família participem juntos da educação alimentar das crianças, desenvolvendo nelas atitudes positivas com os alimentos, fazendo a criança entender a relação entre uma boa alimentação é a saúde.

Veja algumas dicas para conseguir fazer manter a alimentação das crianças saudáveis:

Horários para as refeições

É importante criar uma rotina alimentar, em que a criança tenha o hábito de fazer as refeições do café da manhã, almoço e jantar. Fazer as refeições em família irá melhorar o relacionamento, além de oferecer um exemplo de comportamento para as crianças.

Atitudes familiares

As crianças não aprendem apenas com suas experiências, mas também com o que observam. A família deve manter o cuidado para não criar um ambiente propício à alimentação excessiva, e um estilo de vida sedentário.

Cor e diversão

Ofereça as crianças pratos coloridos e servidos de maneiras divertidas, podendo fazer desenhos com a comida. Para tornar o momento da refeição mais divertido.

Cardápios variados

Misture alimentos que a criança gosta, com alguns que ainda não conhece, assim suas aversão à comida será menor.

Realizar boas escolhas alimentares é um andamento gradativo, que possui consequências a curto e longo prazo para a saúde. Porém uma boa educação alimentar fará das crianças, adultos saudáveis.

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria

 

Cólicas infantis: possíveis causas e como evitar

As cólicas infantis são aqueles períodos de intenso choro no bebê. Não se sabe exatamente como se produz as cólicas infantis, porém acredita-se em alguns fatores que podem causá-las.

Fatores que podem causar cólicas infantis

Digestivos: a flora intestinal pode sofrer algumas alterações, junto de problemas para expelir gases. Isso acontece pelas contrações espasmódicas que são produzidas no músculo liso do intestino, combinado com a imaturidade do sistema digestivo.

Dieta: as cólicas podem ocorrer devido a dieta que a mãe tem. Ou a alergias que a criança possa ter por algum alimento.

Psicológicas: outra causa, pode ser uma resposta da criança para ansiedade excessiva de seus pais pelo choro é inexperiência.

Como tratar as cólicas

É fundamental saber do que se alimenta a mãe e o bebê. Durante a amamentação, a mãe deve evitar consumir laticínios, uma vez que esses alimentos podem causar intolerância no bebê.

Para saber a causa real, e como tratar é importante consultar um profissional, que irá auxiliar a família a tratar o bebê da melhor maneira possível.

Fonte: Saúde Dicas

 

Visão cansada atinge principalmente usuários de computador

Hoje em dia muitas atividades profissionais exigem a utilização do computador. Com isso é comum surgir algumas queixas como dores de cabeça, olhos cansados, secos e embaçados. Isso acontece pelo cansaço dos olhos, já que é necessário forçá-los para conseguir foco é enxergar as figuras de maneira bem definidas, pelos pixels, que formam as imagens.

O que pode agravar o problema

Ar-condicionado muito forte e luz inadequada podem influenciar diretamente nas alterações da película que fica sobre a córnea, a qual é responsável pela manutenção da umidade dos olhos, que é indispensável para uma boa visão. O que pode causar o ressecamento da superfície ocular, são o número de piscadas. Um portador da síndrome do olho seco pode ter o diagnóstico piorado pelo uso excessivo do computador.

A Síndrome da Visão de Computador, e uma característica da força de trabalho da atualidade. Os indícios de fadiga visual costumam aparecer em pessoas que ficam durante muito tempo jogando vídeo game é em pessoas que necessitam de óculos em ações que exijam de esforço visual, porém não utilizam. É recomendável piscar mais os olhos enquanto se assiste um filme no cinema, ou TV.

Recomendações para amenizar os efeitos:

  • diagnosticar as causas da Síndrome da Visão de Computador e suprimi-las do local de trabalho;
  • quem possui dor de cabeça ou desconforto visual, deve fazer pausas durante o período em que está utilizando o computador, podendo olhar para um ponto no horizonte que fique a uma distância de no mínimo 6 metros, uma vez que essa medida possibilita o relaxamento visual;
  • aqueles que possuem a Síndrome do Olho Seco não devem esquecer de utilizar lubrificantes no decorrer do dia;
  • também é necessário evitar ventiladores ou ar condicionado direto no rosto, enquanto se está no computador, pois isso resseca ainda mais os olhos.

Fonte: Minha Vida

 

Sinais que a sua saúde bucal da para o seu organismo

A sua saúde bucal pode dizer muito sobre possíveis problemas no seu organismo. A boca acomoda uma grande quantidade de micro-organismos que habitam na superfície dos dentes, ou na própria mucosa, isso forma um ecossistema chamado biofilme, também conhecido como placa bacteriana. As bactérias podem propiciar doenças locais, como a cárie, gengivite e periodontite. Mas também podem estimular disfunções em outras partes do corpo.

Veja alguns alertas que sua saúde bucal dá para o seu corpo, e veja como prevenir.

Saburra

Também chamada de biofilme lingual, ela é composta por células descamadas, restos alimentares e bactérias no dorso da língua, pode ter a coloração esbranquiçada, amarelada ou amarronzada. Ela pode ser ocasionada na diminuição da produção de saliva, ou com a descamação de pele da mucosa bucal acima do habitual.

As bactérias presentes presentes na saburra degradam proteínas, produzindo compostos sulfurados, responsáveis pelo mau hálito. Dentre as bactérias existente na saburra lingual estão algumas espécies que são capazes de causar doenças como gastrite, pneumonia, endocardite bacteriana, parada cardíaca, acidente vascular cerebral, entre outros.

Feridas e bolhas

As feridas e bolhas podem surgir em qualquer região no interior da boca. Essas bolhas podem ser causadas por alguma doença inflamatória do intestino, por reações alérgicas, queda de imunidade, entre outras causas.

Há também algumas feridas e bolhas que surgem em momentos de estresse, e podem não ter uma causa específica. Porém, elas podem ser um sintoma de herpes. A qual é uma doença contagiosa, sua transmissão ocorre geralmente na infância. Ela pode se ocorrer devido a exposição excessiva ao sol ou a radiação ultravioleta, temperaturas baixas, febre, infecções, estresse físico ou mental, distúrbios gastrointestinais, gripes, resfriados, menstruação, gravidez e uso de corticoides. As pessoas com deficiências imunológicas, a herpes pode causar complicações, pois o organismo tem a resistência baixíssima, assim, fica vulnerável a infecções.

Aftas

Feridas branco-amareladas que surgem na língua, lábios, parte interna das bochechas, e garganta são lesões que podem causar muita dor. Normalmente as aftas somem em até duas semanas sem deixar cicatriz. Porém, dependendo da imunidade da pessoa, elas podem demorar até seis semanas para cicatrizar.

Fatores como estresse, alterações hormonais, alergias a alimentos, traumas físicos causados por mordidas.

Qualquer desses sinais, ou outros que considere preocupante, busque um profissional. Assim, poderá evitar que problemas mais graves venham a acontecer.

Fonte: Minha Vida