Perigos da automedicação

É comum muitas vezes as pessoas se medicarem por conta própria, por ser visto como uma solução rápida para o alívio de sintomas. Porém, a automedicação pode trazer graves consequências.

O uso de remédios de forma incorreta pode agravar os sintomas de uma doença. A  inadequada utilização pode camuflar alguns sintomas. Se o remédio for antibiótico deve-se ter a atenção redobrada. Seu uso abusivo possibilita o aumento de resistência de microrganismos, comprometendo a eficácia dos tratamentos.

Quando se combina inadequadamente remédios, um medicamento pode anular ou potencializar o efeito do outro. O uso de medicações de maneira errônea pode, ainda, trazer consequências como: reações alérgicas, dependência e até morte.

Uso irracional de medicamento

  • Uso abusivo de medicamentos
  • Prescrição em desacordo com as diretrizes clínicas
  • Automedicação inadequada

Em caso de emergência

Nos casos de emergência, muitas pessoas recorrem à automedicação, por ser mais rápido, muitas vezes o médico não se encontra disponível. E para essas situações existem alguns conselhos que podem ser seguidos, a fim de praticar uma automedicação responsável:

  • Ler atentamente o folheto informativo antes de utilizar qualquer medicamento
  • Verificar se a composição do medicamento não provoca nenhum tipo de interação com outros medicamentos que você esteja tomando
  • Se os sintomas persistirem, consulte seu médico ou farmacêutico
  • Verifique se o medicamento está dentro do prazo de validade
  • Não ultrapasse o período de tratamento
  • Em caso de surgir efeitos secundários adversos, consulte imediatamente seu médico
  • Guarde medicamentos em locais secos e fora do alcance de crianças.

Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *